12 de março de 2010

Glauco (1957-2010)


Minha homenagem ao cartunista GLAUCO, assassinado (junto com seu filho, Raoni) de forma brutal e estúpida dois dias depois de completar 53 anos. O mundo está mais cinza e ranzinza...

4 comentários:

Mi disse...

perfeita e linda homenagem, audaci. pena q o final foi imensamente triste, na hq e na vida real.
um beijo (e parabéns pelas HQsemHQs -- é até redundância dizer q elas são do c.... vc sabe, do balacobaco!!)
Michelle

Endless Nameless disse...

Cheguei depois de ver seu comentário no blog do Laerte.

Gostei da tira, apesar de ser bem triste. Mas é difícil não ficar assim.

Maurício de Souza foi minha infância, Glauco, Angeli e Laerte foram minha adolescência...

Marko Ajdaric - Neorama dos Quadrinhos disse...

Um registro que cabe e deve ser feito
Preparando a próxima edição do Neorama dos Quadrinhos, pude perceber um movimento muito (mas muito) animador
Não aconteceu o mesmo com (só pra citar um caso que ficou na minha memória) Marisa Raja Gabaglia.

Muitos meios de comunicação estão procurando - e estão conseguindo - contribuir com informação de CONTEÚDO sobre o trágico assassinato, indo atrás de gente que entende, que tem o que dizer sobre o Glauco., como essa do Audaci

Que não percamos isso.

É para isso que a humanidade forma bons jornalistas e bons chargistas. Para ampliar horizontes. E não para falar mais do mesmo.

Marko Ajdaric

Dina disse...

Muito bom o blog, Audaci. Pois é, sem querer, o Glauco levou pro túmulo todos os personagens dele, deixou o papel em branco, os seus destinos, confusos. Agora dá licença, vou ver Bob Esponja em DVD.